sábado, 15 de janeiro de 2011

"- É POR AMOR ! "

Episódio 336

" Ainda que os meus dias não corressem muito bem,
ou que a vontade de chorar por vezes fosse bem maior que a de rir,
era quando chegava a casa que deixava as coisas pra lá da porta, e com o passar do tempo percebi que essa era a minha paz, aquela que procurei em qualquer lado menos no sitio onde ela realmente estava, em casa! Ou melhor, onde vocês estivessem...
Isso explica as pombas!
Ao meu grande irmão, aquele que eu não digo mas admiro, aquele que apesar de mais novo, me suporta e apoia, me ajuda e levanta, a ele eu dedico as cartas, não por ser um jogador, mas sim um vencedor !
E onde quer que eu esteja, só quero que saibam que é com vocês que estou, SEMPRE!
E cada vez que a dor parecia insuportável ao tatuar-vos, eu dizia para mim :
- É POR AMOR ! "

Sem comentários: